Parque Nacional da Serra do Cipó foi a Unidade de Conservação mais pesquisada em 2011

Parque Nacional da Serra do Cipó foi a Unidade de Conservação mais pesquisada em 2011

Relatório do SISBIO aponta o Parque Nacional da Serra do Cipó e o Parna Itatiaia como as unidades de conservação que receberam o maior número de novas pesquisas, no primeiro trimestre de 2012. O mesmo sistema apresenta o Parna Cipó como uma das unidades mais pesquisadas do Brasil (veja gráfico).

O número de atividades com finalidade didática no âmbito do ensino superior também foi alto, tendo sido o Parque muito utilizado para este tipo de atividade durante estes primeiros meses do ano. Foram autorizadas 10 novas atividades com finalidade didática no âmbito do ensino superior, sendo que para metade delas foram proferidas palestras sobre o Parna e a APA e a gestão da pesquisa no instituto demonstrando a importância do SISBIO a fim de melhorar a relação dos novos pesquisadores com o ICMBio e os processos autorizativos, justificando sua importância para a gestão. Um pouco mais sobre o SISBIO e as estatísticas geradas pelo sistema até o início de abril deste ano podem ser acessadas no portal do ICMBio (http://www.icmbio.gov.br/sisbio/estatisticas.html).

Vale registrar também o artigo publicado no Jornal da Ciência, boletim veiculado pela Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC, que aborda justamente o tema do SISBIO como ferramenta para a gestão da sociobiodiversidade, reafirmando a importância do registro das atividades com finalidade científicas para o planejamento e tomada de decisão na gestão ambiental (http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=8
0260).

Fonte: Parque Nacional da Serra do Cipó e APA Morro da Pedreira